Museu da Computação e Informática - MCI
www.mci.org.br

TK 3000
TK 3000 Fabricante: Microdigital Eletrônica Ltda
País: Brasil
Linha: Apple
Compatibilidade: Apple IIe
Ano de lançamento: 1985
Processador: 65C02
Clock: 1 MHz
Memória RAM: 64 Kbytes
Memória ROM: 16 Kbytes
Modelos: TK 3000 IIe, TK 3000 Compact

Primeiro microcomputador da Microdigital verdadeiramente compatível com o Apple (o TK 2000 não era lá muito compatível). A empresa pretendia atingir uma faixa de mercado diferente da que tinha até o momento, além dos hobbistas mais exigentes, a Microdigital atingiria também as faixas mais profissionais, pois o equipamento era sofisticado e como para algumas empresas e profissionais o preço de um IBM-PC era proibitivo, o TK 3000 IIe era uma boa opção, pois além de fazer o que um Apple II+ podia fazer, ele era mais rápido e tinha alguns softwares exclusivos.

Um desses softwares era o TotalWorks, versão nacional do Appleworks. O TotalWorks era um software integrado, que possui um processador de textos, uma planilha eletrônica e um gerenciador de banco de dados. Outro software específico para o micro era o Super Calc 3a, que era uma planilha sofisticada, que incluia capacidade gráfica e transferência de dados para micros rodando o MS-DOS.

O microcomputador tem como linguagens de programação o BASIC, dBASE II, Fortran, Pascal, Logo e Assembly 65C02.

O TK 300 IIe possui dois microprocessadores. O 65C02 (versão CMOS do 6502; porém com conjunto de instruções ampliado) funciona como unidade de processamento principal, com clock de 1 MHz, é mais potente e consome menos energia que o 6502, é um microprocessador de 8 bits e a barra de endereçamento é de 16 bits. O outro microprocessador é o Z80 A, utilizado exclusivamente pelo teclado.

A memória RAM é de 64 Kbytes e podia ser expandida até 1 Mb com a utilização da placa TK Works.

O sistema operacional era o TKDOS 3.3, identico ao dos Apples, podia utilizar também o CP/M (instalando o cartão contendo o microprocessador Z80).

O TK 3000 IIe possui sete slots de expansão e um slot auxiliar (slot 0) para expansão de memória, até 1 Mb e 80 colunas no monitor. Antes de instalar ou retirar qualquer cartão, era necessário desligar o microcomputador, existe na placa principal um led de advertência para indicar que o micro estava ligado. Também possui som por alto-falante com volume selecionável, gravador cassete, teclado numérico remoto, paddle e joystick.

TK 3000 Compact Além da placa TK Works, a Microdigital fornecia a Super Parallel Card, interface para impressora paralela, a Disk Interface Card, que permitia a ligação de duas unidades de disco flexível de 5 1/4 polegadas, e Super Serial Card, permitia a conexão a um terminal de vídeo, impressora serial, modem ou qualquer outro periférico serial. Com o modem, podia conectar o TK 3000 IIe a redes de computadores, como o Cirandão e o Videotexto.

Em 1987 a Microdigital lançou um modelo melhorado do TK 3000 IIe, era o TK 3000 Compact, além de ser um pouco menor no tamanho, era comercializado em duas versões (com 128 ou 320 Kbytes de memória RAM); o monitor apresentava 80 colunas (sem placa TK Works); interface para drives; interface para impressoras e um slot livre para conexão de placas tipo clock, CP/M ou RS 232.


TECLADO
O teclado era um dos pontos mais fortes do TK 3000 IIe, era tão potente que a Microdigital montou um programa específico para facilitar o seu aprendizado e tornar o usuário capaz de utilizá-lo com toda a sua potencialidade.

A ausência da tecla no teclado numérico dificultava um pouco a digitação numérica.

Entre as principais características do teclado estão: - 77 teclas, bufferizado e com teclado numérico separado; - controlado por um microprocessador exclusivo, o Z80; - repetição automática de teclas; - teclas reprogramável pelo usuário; - caracteres maiúsculos e minúsculos, com acentuação em português; - reset quente e frio, sem a necessidade de ter que ligar e desligar o micro; - controle do cursor com teclas de seta de direção; - programação pré-definida do teclado com opções para uso em BASIC e outros sistemas operacionais; - indicação visual dos modos de operação (caps lock, accent, prog, mode e power).


VÍDEO
O TK 3000 IIe tinha saída para modulador RF para TV (sistema PAL-M) e monitor de vídeo composto. Possui cinco modos de display, que são: - texto com 40 colunas por 24 linhas; - texto com 80 colunas por 24 linhas (necessita da placa TK Works); - gráfico com 40 x 48 elementos e 16 cores; - gráfico com 280 x 192 elementos e 6 cores; - gráfico com 560 x 192 elementos e 16 cores (necessita da placa TK Works).


PROPAGANDA
TK 3000
Revista
Micro Sistemas
Dez/1986

Criado em: Ago/2001
Atualizado: 05/Jan/2002
Voltar    Início