Museu da Computação e Informática - MCI
www.mci.org.br

HP 85
HP 85 Fabricante: HP - Hewlett-Packard
País: Brasil
Linha: Técnico-científico
Ano de lançamento: 1983
Processador: Próprio da HP (8 bits)
Clock: 6 MHz
Memória RAM: 32 Kbytes
Memória ROM: 48 Kbytes
Tela: 16 linhas x 32 colunas

O HP 85 era baseado no modelo original da própria HP americana e era encontrado no Brasil em duas versões, o HP 85A e o HP 85B. O HP 85B começou a ser comercializado no final de 1983 em substituição a versão anterior. A Hewlett-Packard com o seu HP 85B, foi a única empresa autorizada pelo governo brasileiro a vender microcomputadores no país, nessa época, havia a reserva de mercado de informática, destinada a proteger a indústria de informática nacional. Existia apenas uma restrição: a máquina só podia ser comercializada para aplicações técnico-científicas, não para fins comerciais.

O vídeo, a impressora e a unidade de cartucho magnético eram os periféricos disponíveis num só gabinete da unidade básica do HP 85. Tudo isso, num módulo com cerca de 16 cm de altura, 42 cm de largura e 45 cm de profundidade e pesando 9 Kg. Uma característica dos equipamentos da série 80 da HP é que eram projetados para aplicações técnico-científicas.

O HP 85 tinha microprocessador, sistema operacional e linguagem (HPBASIC) desenvolvidos pela própria HP. O microprocessador tinha tecnologia NMOS, de 8 bits. Os cálculos eram feitos com onze digitos significativos, podendo-se ter, com notação científica, valores até 10 elevada a 499, uma característica importante em cálculos científicos, que os micros comuns de 8 bits não apresentavam.

A memória RAM do HP 85A era de 16 Kbytes, podia ser expandida para 32 Kbytes. O HP 85B já apresentava 32 Kbytes na configuração básica, sem possibilidade de expansão. Ambos os modelos tinham 8 Kbytes para memória de vídeo, independente da memória disponível ao usuário.

O sistema operacional do HP 85 vinha gravado permanentemente da mesma forma que a linguagem de programação (HPBASIC), ocupando 32 Kbytes de memória ROM na versão HP 85A e 48 Kbytes no HP 85B. Ao ser ligado, o HP 85 entrava diretamente no interpretador BASIC, e imediatamente se tinha acesso a todos os elementos do sistema, sejam internos ou externos.

O modelo HP 85B tinha um recurso chamado "disco eletrônico", que permitia o usuário efetuar operações de entrada de dados do programa num banco de memória RAM com velocidade muito superior às do cartucho de fita magnética. O conteúdo do disco eletrônico era volátil, ou seja, apaga quando o equipamento é desligado. Terminado o processamento, os dados eram gravados do disco eletrônico para a fita magnética.

Outro periférico já embutido no HP 85 era uma impressora térmica bidirecional, com matriz de 5x7 pontos, com a mesma resolução e capacidade gráfica do vídeo, velocidade de impressão de 120 linhas por minuto. Da mesma forma que o vídeo, a impressora tinha 32 caracteres por linha. Enquanto textos em geral eram impressos exatamente como apareciam na tela, os gráficos sofriam uma rotação de 90 graus para permitir a criação de gráficos longos que de outra forma não caberiam na largura de 10,7 cm do papel. O papel térmico era fornecida pela HP em rolos de 120m. Existe na parte traseira do micro uma a quatro portas para expansão de memória ou para interfaces.

O HP 85 tinha um sistema operacional próprio, totalmente integrado ao BASIC, uma linguagem mais voltada a aplicações técnico-científicas, que apresentava um conjunto muito grande de funções matemáticas, trigonométricas, gráficas e demais instruções de controle de fluxo de programa. Contendo mais de 150 comandos e instruções, em adição às 42 funções predefinidas, o BASIC do HP 85 permitia controle completo do monitor de vídeo, impressora térmica, sistema de fita magnética e periféricos opcionais.


TECLADO
Com 92 teclas, o teclado do HP 85 era bastante completo. Além do teclado normal, tipo QWERTY, tinha teclado numérico à direita do teclado, teclas que executam comandos (como RUN, LIST) e teclas que geram o comando na tela (como LOAD, AUTO, etc).

Acima do teclado principal, existe um conjunto de teclas divididas em dois grupos. No primeiro grupo estão as teclas de funções especiais, programáveis pelo usuário, designadas por K1 até K8, e as teclas de controle do vídeo e do sistema. No outro grupo encontram-se as teclas de movimento do cursor, e de recursos gerais como edição, controle de vídeo e controle de avanço do papel da impressora térmica.


VÍDEO
O vídeo do HP 85 é monocromático de 5 polegadas, incorporado ao gabinete. No modo gráfico, tem-se uma resolução de 256x192=49.152 pixels. No modo texto, pode-se visualizar apenas 16 linhas de 32 caracteres. O sistema armazena 64 linhas completas numa memória especial, que funciona como uma janela. A tecla ROLL movimenta essa janela para cima ou para baixo, permitindo a visualização das 48 linhas restante da memória de vídeo. A tecla de texto e de gráfico são independentes, isto é, o uso da tela gráfica não prejudica o conteúdo da tela de texto e vice-versa. O HP 85 armazenava a última tela alfanumérica e a última tela gráfica em armazenadores separados, de forma que o usuário podia mudar de um modo para outro livremente, sem perder os dados. A opção da tela era feita por software - instrução ALPHA e GRAPH.


MEMÓRIA AUXILIAR
A unidade de memória auxiliar acoplada ao HP 85 era uma fita magnética do tipo DC-100 para armazenar informações digitais. A organização lógica dessa unidade é parecida com a de um disquete, contendo um diretório com a lista dos arquivos gravados naquela cartucho e suas localizações na fita. O diretório pode conter até 42 nomes de arquivos. Ao dar um comando para, por exemplo, carregar um programa, o sistema rebobina a fita até o início do arquivo, passando a ler as informações solicitadas. A operação era mais rápida que a fita cassete comum, mas mais lenta que as unidades de disquete. Um cartucho podia atualizar até 210 Kbytes de dados ou até 195 Kbytes de programas. A unidade de fita tinha uma velocidade de pesquisa de 7.800 bytes por segundo e uma taxa de transferência de 650 bytes por segundo.


PROPAGANDA
Propaganda do HP 85
Revista
Nova Eletrônica
Out/1982
Propaganda do HP 85
Revista
Veja
10/Jun/1981
www.hp.com.br

Criado em: Set/2001
Atualizado: 06/Jan/2004
Voltar    Início