Museu da Computação e Informática - MCI
www.mci.org.br

PC 1500
PC 1500 Fabricante: Sharp
País: Brasil
Linha: Microcomputador de bolso
Ano de lançamento: Jun/1984
Processador: CMOS de 8 bits
Clock:
Memória RAM: 3,5 Kb
Memória ROM: 16 Kb
Tela: 1 linha x 26 colunas

Pela sua portabilidade e tamanho, o PC-1500 RP era específico para quem executava tarefas fora do escritório, podendo, no entanto, ser utilizada nas mais diversas aplicações. A CPU do PC-1500 é baseada em um microprocessador de 8 bits, com tecnologia CMOS. A memória ROM tem capacidade de 16 Kbytes e contém o sistema monitor e o interpretador BASIC de 12 Kbytes; a memória RAM, também CMOS, tinha 3,5 Kbytes de capacidade, podia ser expandida com um módulo de 8 Kbytes que era encaixado em um pequeno compartimento na parte inferior do microcomputador.

O PC 1500 consta de uma única peça medindo 195x86x25,5mm e pesando 375gr (o conjunto PC 1500 e a interface com impressora pesava 900 gr), contém teclado, um visor de uma linha, a CPU e a memória principal. A alimentação é feita por quatro pilhas comuns (AA) de 1,5V, colocadas em um compartimento na parte inferior. Opcionalmente, podia usar um adaptador de 110 ou 220V CA para 6V CC.

A unidade padrão de memória auxiliar era um gravador cassete comum. Até dois gravadores podiam ser conectados ao sistema, através de interface interna disponível no módulo de impressora PC 1500 RP.

PC 1500 Além do gravador, o único periférico disponível era uma mini-impressora, também portátil, o módulo da impressora era ligado a um conector lateral de contatos múltiplos do micro. A impressora, na realidade, era um traçador digital capaz de fazer gráficos de linhas e pontos (sistema de plotagem X-Y) de alta resolução, e também imprimir textos, em quatro cores. Os caracteres eram desenhados, em vez de impressos por uma matriz de agulhas. A velocidade de impressão era entre 4 e 11 cps, largura de 2 a 36 caracteres por linha, conforme o tamanho da letra escolhida (eram nove tamanhos), em quatro direções e a quatro cores diferentes. As penas são do tipo esferográfica, especiais, nas cores preto, vermelho, verde e azul, e são encaixadas em um tambor giratório. A seleção das cores é feita por programa, e a troca das penas é automático. O plotter/impressora utiliza papel de bobina de calculadora comum, de 58mm de largura. A unidade impressora é alimentada por pilhas recarregáveis, com duração de aproximadamente 10.000 caracteres.

PC 1500 O PC 1500 podia ser utilizado em modo direto (calculadora) ou programado. O programa monitor e o interpretador BASIC ocupam 16 Kbytes de ROM. A precisão de cálculo é de 10 dígitos, com notação em ponto fixo e flutuante.

O interpretador BASIC era extremamente poderoso para um microcomputador desse tamanho, sendo do tipo científico e englobando, além das operações matemáticas, 32 funções trigonométricas, matemáticas, transcendentais, conversão de ângulos, manipulação de strings alfanuméricos e de matrizes, semelhantes ao BASIC nível II do Apple e do TRS 80, acesso ao relógio interno do sistema, som, gráficos, arquivos em fita, etc.


TECLADO
O teclado é mecânico, miniaturizado, do tipo "chicletes", com 65 teclas dividido em três blocos:
  1. Teclas alfabéticas, com disposição QWERTY. Pode-se escrever letras maiúsculas e minúsculas.
  2. Teclas numéricas e de operações aritméticas.
  3. Teclas de controle (que permite movimentação pelas linhas de programas, edição de caracteres, modo de operação, uso de teclas reservadas, etc) e teclas programáveis (que podem conter os strings mais usados e outros caracteres especiais).
Para indicar as teclas programáveis, existia uma máscara de plástico (gabarito) que podia ser encaixado sobre o teclado.


VISOR
O PC 1500 não podia ser acoplado a um monitor exterior; dispõe de um visor de cristal líquido (LCD), com matriz de caracteres de 5x7 pontos, contendo apenas uma linha com 26 caracteres. Internamente, o visor tem 80 caracteres de memória dedicada, o usuário podia deslocar o cursor através das teclas de direção. Era possível incluir caracteres maiúsculos e minúsculos mas não sinais para a acentuação da língua portuguesa. Através de instruções BASIC, o usuário podia ter acesso aos pontos individuais da matriz de 7x156 pontos que formam o visor para realização de gráficos. Áreas especiais do visor indicam diversos parâmetros operacionais do microcomputador, como nível de carga da bateria, modo de operação, modo de representação angular, algumas teclas ativas, etc.

www.sharp.com.br

Criado em: Set/2001
Atualizado: 05/Jan/2002
Voltar    Início